SMARAPD
Voltar para a home Menu
Área do Cliente

SMARAPD

Workshop sobre ferramenta para protesto da SMARAPD recebeu bom público durante o 4o SGESP

Lorem ipsum dolor sit amet

A SMARAPD realizou, durante a quarta edição do Seminário de Gestão Pública Fazendária (4o SGESP), o Workshop “Protesto – Ferramenta ágil e eficaz de cobrança”. A ocasião reuniu cerca de 30 pessoas de diversas cidades do estado de São Paulo, interessadas na temática. Dentre as cidades participantes, estavam Olímpia e Porto Ferreira (clientes da empresa), além de Bariri, Cotia, Guatapará, Limeira, Monte Alto e Votuporanga (potenciais clientes).
A atividade integrou as ações do Seminário, cuja programação abordou assuntos como Políticas Públicas nas áreas de Finanças, Auditoria Fiscal, Controladoria e Contabilidade, Orçamento, Tributação e Financiamento para modernização dos municípios. Foram cerca de 800 profissionais ligados à Gestão Pública Fazendária de mais de 150 municípios e oito estados representados.

Um dos temas abordados no salão principal do evento, “Dívida Ativa: Cobrança e Execuções Fiscais”, trouxe para os presentes experiências e ações aplicadas na cidade de Porto Alegre para que o processo adotado na cobrança da dívida ativa torne-se mais efetivo e menos oneroso ao município. Em sintonia com a temática, Pedro Valter Campana, analista de Negócios e de Sistemas e especialista na Área Tributária Municipal da SMARAPD, apresentou o Workshop, destacando como o protesto pode ser uma ferramenta ágil e eficaz de cobrança.

Campana possui mais de 20 anos de experiência na implantação de metodologias e ferramentas para controle e gerenciamento da gestão pública das receitas e apresentou um módulo web desenvolvido pela SMARAPD visando atender, especificamente, o protesto como forma de cobrança. “O sistema transmite as informações da prefeitura para o cartório, dentro dos padrões estabelecidos pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil. Como não é um procedimento comum, foi preciso desenvolver um produto novo, que atendesse tanto à necessidade da prefeitura quanto aos processos estabelecidos para cobrança em cartórios. O software foi implantado em 2013 no município de Serra, no estado do Espírito Santo, com resultados bastante positivos. O protesto surte efeito imediato no contribuinte, pois ele fica ‘negativado’, até a quitação da dívida”, explica Pedro Valter Campana, gestor tributário da SMARAPD.

Unidade Gestão Pública

16 2111-9898

Unidade de Dados Variáveis

16 2137-9898
R. Aurora,446 • Vila Tibério • Ribeirão Preto, SP • CEP 14050-100