SMARAPD
Voltar para a home Menu
Área do Cliente

SMARAPD

NBCASP ocasiona modificações nos sistemas SMARam e SMARcp

Lorem ipsum dolor sit amet
No início deste ano, a SMARAPD implantou modificações nos sistemas de Administração de Materiais (SMARam) e Contabilidade Pública (SMARcp), para adequação às Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (NBCASP).

Neste procedimento, uma das grandes modificações ocorridas na Contabilidade Aplicada ao Setor Público foi a aproximação da Contabilidade Pública à Patrimonial, impactando assim na execução do Balanço Patrimonial. Alinhado a esse processo, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) emitiu em 2008 as primeiras NBCASP com destaque para a NBC T 16.10, que estabelece os procedimentos a serem adotados pelos agentes públicos a partir de 2010, para a avaliação, reavaliação e redução ao valor recuperável dos ativos.

Diante deste cenário, para que os registros de patrimônio reflitam requisitos de verdade e de validade, que possibilitem segurança e credibilidade das informações contábeis, as reavaliações de ativos são importantes.

Segundo Emilson Ruys, do departamento de Atendimento e Suporte do SMARam, a forma como a avaliação do bem é executada e a maneira como a depreciação é calculada definirão o impacto no patrimônio do órgão. “O processo de avaliação dos ativos imobilizados pode trazer benefícios gerenciais para os administradores do setor público. Assim, conhecer o valor do patrimônio administrado é um bom começo para a definição de metas e a destinação de recursos orçamentários de maneira mais eficiente, além de servir como base para a implantação de um sistema de gestão de custos, ainda ausente nesse setor”, diz Ruys.

Por isso, a SMARAPD criou uma planilha para inventário, tendo como base os bens já lançados em sistema, visando facilitar o trabalho do órgão ou da empresa contratada para fazer o inventário, bem como contribuir com a eficiência da prestação de contas dos clientes atendidos.
Para mais informações, os clientes poderão encaminhar suas dúvidas para: smaram.suporte@smarapd.com.br.


Ler tudo

Unidade de Dados Variáveis recebe avaliação da qualificação para o Banco Santander

Lorem ipsum dolor sit amet
No dia 23 de fevereiro, a SMARAPD recebeu a visita da SQS CONSULTORES ASSOCIADOS que realizou a avaliação da empresa para o Banco Santander.
 
Assim como há 4 anos, a auditoria feita pelo Banco Santander visou avaliar a qualificação da empresa e definir se ela está apta na prestação dos serviços para o banco.
 
Além da apresentação da SMARAPD, foram mostrados à auditora uma série de documentos de diversas áreas, para que a qualificação fosse a melhor possível.
 
“Em 2011, a pontuação recebida foi de 2,4, significando que a SMARAPD estava na média do nível de adequação esperada. Desde então, melhorias foram implementadas para superar esses resultados. Os assuntos abordados nessa análise foram: governança, tecnologia operacional, administrativo, financeiro, social e ambiental”, explica Frank Marlon, gerente da Unidade.
O resultado da avaliação será divulgado em breve.
Ler tudo

Primeiras avaliações sobre o piloto do novo SMARsa

Lorem ipsum dolor sit amet
A SMARAPD iniciou, no dia 22 de janeiro, a homologação do SMARsa versão .Net. O cliente piloto para a implantação foi o município de Sertãozinho – SP, com a instalação do módulo de Atendimento ao Cidadão na Central de Atendimento do Município de Sertãozinho, tendo como foco os atendimentos a serem realizados para o SAEMAS - Serviço Autônomo de Água, Esgoto e Meio Ambiente do município. Após um período de treinamento para os colaboradores, foi iniciado, no dia 26 de janeiro, o processo de homologação dessa nova versão.

“A parceria para esta fase do projeto com o município foi muito importante primeiramente porque temos um relacionamento de longa data, o que estreitou os laços entre empresa e cliente. Também foram avaliados outros pontos, como a criticidade, a cultura da inovação e a busca constante pela melhoria, que é bastante presente no município. Por último, mas não menos importante, a condição de possuir uma infraestrutura que possa receber esta versão do produto e também a proximidade com a nossa sede”, explica Marcos Zamoner, gerente de P&D.

Foram colhidas várias informações junto aos usuários que utilizaram esta versão neste período e alguns pontos positivos foram destacados: o visual contemporâneo para aplicações "web", a melhoria na performance em relação à versão anterior, a otimização das consultas rápidas podendo ocorrer por mais de um tipo de dado sem sair do campo que deseja pesquisar (por exemplo, CPF/CNPJ e nome) e funcionalidades mais inteligentes como o "wizard", para a abertura de processos, o qual direciona o usuário em um passo a passo no registro de um novo processo. Também foram identificados alguns pontos de melhoria a partir das sugestões do cliente, como por exemplo, configurar quais serão os passos que o "wizard" controlará na abertura do processo.

Após este trabalho, foram realizados novos contatos com outros clientes e há uma negociação para a instalação desta nova versão, com o intuito de absorver mais sugestões e críticas de clientes parceiros.

A partir desse momento, a equipe interna da SMARAPD assume o processo de finalização do SMARsa, graças ao desempenho e responsabilidade da equipe em absorver a nova tecnologia, situação facilitada devido ao bom relacionamento existente entre a SMARAPD e o seu fornecedor.

Na primeira semana de março, o fornecedor entregou alguns controles de CSS, os quais já estavam iniciados - mas não concluídos, que permitirá a SMARAPD gerar folhas de estilo, proporcionando ao usuário selecionar conforme o seu desejo e mediante as opções desenvolvidas.

Desta forma, a equipe SMARAPD está comprometida em finalizar algumas funcionalidades ainda não homologadas pela equipe de negócios, bem como a finalização de alguns itens da infraestrutura, os quais não haviam sido priorizados até então, mas que para o próximo passo serão de suma importância.

Após a conclusão deste processo e a finalização da negociação com o próximo cliente, será realizada uma nova implantação, mas desta vez com o produto completo, abrangendo outras áreas afetadas pelo SMARsa. Em paralelo, os trabalhos com o produto SMARcp - Contabilidade Pública serão iniciados e a prioridade é o módulo de Planejamento. Algumas ideias sobre esse módulo devem ser avaliadas junto ao cliente antes de iniciar seu desenvolvimento e a previsão é que isso ocorra em março.

A programação é que o módulo de Planejamento seja finalizado no início do segundo semestre de 2015, o qual também será implantado e avaliado junto a um cliente a ser definido.


Ler tudo

Gestão da iluminação pública passa a ser competência das prefeituras

Lorem ipsum dolor sit amet
A gestão da iluminação pública vem sendo uma das principais demandas das prefeituras neste começo de 2015, desde que essa função foi transferida aos executivos municipais pela ANEEL.
Por ser uma nova ação, há poucas referências de como alcançar bons resultados, porém surgiu em Minas Gerais uma boa alternativa: a formação de consórcio para reduzir custos.

Para que isso ocorra da melhor forma, os editais das licitações devem ser bem elaborados para evitar que empresas despreparadas participem do processo. É preciso saber analisar a qualidade dos sistemas que existem no mercado e dos que estão sendo oferecidos pelas empresas licitantes, bem como exigir experiências anteriores para ter certeza que a empresa seja idônea e competente, e que traga sempre boas soluções e não problemas. Por isso, as experiências iniciadas em Minas Gerais devem ser bons exemplos a todos os outros estados.

Com isso as prefeituras ganharão controle total dos serviços, poder de fiscalização e eficiência no trabalho, antes coordenado pela Companhia Energética. De maneira geral, as concessionárias não atendem satisfatoriamente um município como uma empresa privada pode atender.
 
Fonte: http://jornaldiadia.com.br/consorcios-para-gestao-de-iluminacao-publica-geram-30-de-economia-as-pref...


Ler tudo

Unidade Gestão Pública

16 2111-9898

Unidade de Dados Variáveis

16 2137-9898
R. Aurora,446 • Vila Tibério • Ribeirão Preto, SP • CEP 14050-100